eleiçoes 2018
08/10/2018 10:18 em Novidades

Os 12.276 eleitores que votaram nas 44 seções eleitorais de Alpinópolis neste domingo (07) tiveram como preferidos, em seus respectivos cargos, os candidatos Jair Bolsonaro (PSL), Romeu Zema (Novo), Rodrigo Pacheco (DEM), Emidinho Madeira (PSB) e Cássio Soares (PSD). O comparecimento às urnas foi de 79,39% – o município conta com 15.481 pessoas aptas a votar – ficando o percentual próximo das médias nacional e estadual.

Para a presidência o candidato Jair Bolsonaro (PSL) saiu vencedor entre os eleitores alpinopolenses e obteve 5.245 votos (46,68%). Em segundo lugar ficou Fernando Haddad (PT) com 3.132 votos (27,87%), seguido por Ciro Gomes (PDT) com 1.024 votos (9,11%), João Amoêdo (Novo) com 921 votos (8,20%), Geraldo Alckmin (PSDB) com 975 votos (6,01%), Henrique Meirelles (MDB) com 74 votos (0,66%), Marina Silva (Rede) com 45 votos (0,40%), Cabo Daciolo (Patriota) com 42 votos (0,37%), Guilherme Boulos (Psol) com 39 votos (0,35%), Álvaro Dias (Podemos) com 33 votos (0,29%), Eymael (DC) com 5 votos (0,04%), João Goulart Filho (PPL) com 2 votos (0,02%) e Vera (PSTU) que não recebeu nenhum voto dos eleitores locais. Brancos foram 351 (2,86%) e nulos 688 (5,60%).

Para governador o candidato Romeu Zema (Novo) ficou na frente em Alpinópolis com 5.530 votos (53,97%), seguido pelo senador Antônio Anastasia (PSDB) com 2.891 votos (28,22%) e Fernando Pimentel (PT) com 1.617 votos (15,78%). Na sequencia vieram Adalclever Lopes (MDB) com 81 votos (0,79%), Mares Guia (Rede) com 58 votos (0,57%), Dirlene Marques (Psol) com 52 votos (0,51%), Claudiney Dulim (Avante) com 13 votos (0,13%), Jordano Metalúrgico com 4 votos (0,04%) e Alexandre Flach (PCO) sem nenhum voto na cidade. Brancos foram 647 (5,27%) e nulos 1.381 (11,25%).

Para o senado o vencedor foi Rodrigo Pacheco (DEM) com 6.861 votos (36,37%), seguido por Dinis Pinheiro (SD) com 4.388 votos (23,26%), Dilma Rousseff (PT) com 2.367 votos (12,55%), Rodrigo Paiva (Novo) com 1.924 votos (10,20%), Carlos Viana (PHS) com 1.473 votos (7,81%), Miguel Corrêa (PT) com 746 votos (3,95%), Fabio Cherem (PDT) com 639 votos (3,39%), Professora Duda Salabert (Psol) com 142 votos (0,75%), Coronel Lacerda (PPL) com 137 votos (0,73%), Professor Tulio Lopes (PCB) com 44 votos (0,23%), Kaká Menezes (Rede) com 41 votos (0,22%), Edson André (Avante) com 39 votos (0,21%), Bispo Damasceno (PPL) com 36 votos (0,19%), Vanessa Portugal (PSTU) com 26 votos (0,14%) e Ana Alves (PCO) sem nenhum voto no município. Brancos foram 1.906 (7,76%) e nulos 3.788 (15,31%).

Para deputado federal o mais votado foi Emidinho Madeira (PSB) com 4.564 votos (46,05%), que, inclusive, aumentou a votação em Alpinópolis, já que em 2014 – quando foi eleito deputado estadual – obteve na cidade 3.539 votos. Em segundo lugar ficou Felipe Attiê (PTB) com 1.958 votos (17,98%), seguido por Renato Andrade (PP) com 872 votos (8,01%), Aelton Freitas (PR) com 312 (2,87%), Odair Cunha (PT) com 211 votos (1,94%), André Jajones (Avante) com 177 votos (1,63%), Carlos Melles (DEM) com 171 votos (1,57%), Diego Andrade (PSD) com 158 votos (1,45%) e Eros Biondini (Pros) com 139 votos (1,28%). Brancos foram 568 (4,63%) e nulos 817 (6,66%).

Para deputado estadual quem ficou na frente, mais uma vez, foi Cássio Soares (PSD) com 4.999 votos (46,05%). No entanto, esse parlamentar viu seu eleitorado encolher em Alpinópolis, uma vez que na eleição anterior sua votação na cidade alcançou 5.288 votos. O segundo colocado foi Paulo Queiroz (Avante) com 1.555 votos (14,32%), seguido por Antônio Carlos Arantes (PSDB) com 678 votos (6,25%), Cleitinho (PPS) com 462 votos (3,88%), Tuco Campos (DEM) com 421 votos (3,88%), Ulysses Gomes (PT) com 176 votos (1,62%), Arnaldo (DEM) com 151 votos (1,39%), Eder Godoi (PSL) com 139 votos (1,28%) e Cleiton Oliveira (DC) com 121 votos (1,11%). Brancos foram 590 (4,81%) e nulos 828 (6,75%).

Dos candidatos mais expressivamente votados em Alpinópolis foram eleitos Rodrigo Pacheco e Carlos Viana, para o Senado; Emidinho Madeira, Diego Andrade, André Janjones, Odair Cunha e Eros Biondini, para a Câmara Federal; Cássio Soares, Antônio Carlos Arantes, Cleitinho, Ulysses Gomes e Cleiton Oliveira para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Bolsonaro e Haddad avançaram para o segundo turno na disputa pela presidência, assim como Zema e Anastasia decidem, no próximo dia 28, quem assume o governo estadual em 2019.

COMENTÁRIOS